Alimentação - Granulado

Olá,

O ano passado (2013) ouvi falar no granulado como alimentação para canários, como tal, após ter feito algumas pesquisas e ter pedido algumas opiniões, resolvi inseri-lo na alimentação das minhas aves.

Conclusões passado um ano:

Notas positivas:
O granulado é em todos os aspectos melhor que as sementes, mais composto, mais higiénico, tem menos desperdiço, mais duradouro nos comedouros e o valor que se gasta com ele é o mesmo que se gasta com a semente.
Podem pensar que uma saca de 10kg de granulado é o mesmo preço que uma saca de 25kg de semente, mas no entanto a durabilidade é a mesma. Fiz a experiência e constatei que com o granulado alimento as minhas aves aproximadamente o mesmo numero de dias que com a semente.

Notas negativas:
Os animais durante o ano alimentaram-se perfeitamente com o granulado, MAS, quando chegou a época das criações o "cenário" mudou.
Com a introdução das papas de ajuda à criação dos filhotes, os progenitores deixaram de comer o granulado, ou seja, no inicio do crescimento dos filhotes davam apenas papa e com o passar dos dias deixaram de dar comer aos filhotes.
Após ter-me apercebido (ainda sem morte de filhotes), voltei a introduzir a semente, e tal como esperava, os progenitores voltaram a alimentar na perfeição as suas crias.


A minha opinião:

Vou continuar a dar o granulado durante o ano, pois é uma mais valia para nós criadores no que diz respeito a limpezas, também nos facilita imenso quando nos temos de ausentar por alguns dias, por exemplo férias. Como tem menos desperdiço e alimenta mais, acaba por durar mais tempo nos comedouros.
Quando chegar a época de criações, cerca de um mês antes, volto então a introduzir a semente para que os progenitores tenham a certeza de que têm tudo o que precisam para alimentar os seus filhotes.


Cumprimentos a todos,
João Magarreiro


Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu comentário